siga as páginas

siga as páginas
"Vim pelo caminho difícil, / a linha que nunca termina, / a linha bate na pedra, / a pedra quebra uma esquina, / mínima linha vazia, / a linha, uma vida inteira, / palavra, palavra minha." Paulo Leminski

segunda-feira, 27 de junho de 2016


Poema do Zine Maçã Mordida no Peito - maio-2016

2 comentários:

Ana C Mafra disse...

Como você é poesia!!!! Amei cada fonema. Arrebatada, virei fã. Beijos, LeocyLinda.

Leocy Saraiva disse...

Agora que vi seu comentário, Ana. Empatamos , então, porque também sou fã dos seus poemas e demais artes. Um grande e poético abraço <3.